COMPARTILHE

Oi, galera linda do meu coração! Acabei de voltar de Maresias e, como está tudo fresquinho no cérebro e no coração, vou encher vcs de dicas. Venham comigo!!!

Antes de tudo, quero contar que fiz todos os passeios com a Maresias Tur. Além disso, foram eles que me indicaram os lugares pra comer e aonde me hospedar. Todas as indicações foram nota 10! Então, eu recomendo de olhos fechados!

Agora, vamos ao que fazer em Maresias!

1. Trilha Maresias Paúba

É vista de cair o queixo que vc quer? Tem! É caminhada pra matar uma sedentária de tantos sobes e desces que vc quer? Tem também??? E muita história sobre os pescadores e moradores de Maresias??? Vem que vc está no lugar certo!!!

Nosso primeiro passeio com a galera massa da Maresias Tur foi a trilha da praia de Maresias para a praia de Paúba.

Logo no início da caminhada, ali na rua principal mesmo, vc passa por uma pequena ponte e se depara com esssa vista.

O rio e o mar separados apenas por uma faixa de areia

Continuamos nossa caminhada e, para entrar na trilha, temos que entrar pelo condomínio do promotorio. É um condomínio fechado mas o acesso para a trilha é liberado. O condomínio é lindíssimo, por sinal.

Estão vendo minha cara animada???? Era o início da caminhada

Fomos subindo e subindo e o fôlego sumindo e sumindo…hahahahaha… gente, sério! Achei que ía morrer! Faz 3 anos que não faço nada de atividade. Mas, foi ótimo! Pq acendeu a luzinha vermelha prá eu voltar a me exercitar!

Na verdade, a trilha é bem tranquila… eu que estou fora de forma mesmo!

A primeira parada é nesse lugar lindo! Esta praia é a da Maresias! Dá prá ver toda a extensão dela. Valeu cada respiração!!!

A segunda parada é logo depois, com o visual da Praia de Paúba.

Nem subimos tanto e já conseguimos ter esse visual! Vale muito à pena.

Depois dessa parada, seguimos para o ponto de onde faríamos o rapel… só mais algumas subidas e descidas…. que Deus me ajude!2. Rapel na Trilha da Praia de Paúba

Esse é o visual de onde fizemos o rapel.

Nunca tinha feito na vida! E, olhando pra explicação, pensei… mole, mole….

Povo, meu veredito é: Façam!!! Pq depois do pavor, vem a felicidade genuína de ter conseguido e querer fazer mais….

As fotos mostram o início da descida, quando eu estava meio nervosa…

… um pouco mais tensa….

… e já surtada achando que ía morrer… hahahahaha

…… empacada e pensando… preciso continuar mas as pernas não coordenam….

…. focada na missão…..

… e, por fim… louca de tanta felicidade por ter conseguido!!!

…. mas nada teria sido possível, sem a paciência de monge do Fabrício…. hahahahaha

Eles são demais!!!! E, acreditem!!! Essa emoção toda por apenas R$75,00 (trilha + rapel).

3. Praia dos Pescadores ou Praia do Saco

No início da trilha, passamos por uma escadinha que vai desembocar nas areias da praia dos pescadores, mas só paramos nela na volta da trilha.

Lindaaaa! Parecem aqueles paraísos perdidos. Não acham?

E foi perfeito parar na volta apenas, pq aproveitei pra dar um mergulho….

4. Trilha do Ribeirão do Itu

Dirigimos até Boiçucanga, que está há uns 15 ou 20 minutos de carro, paramos no estacionamento do Sr. Cícero (pagamos R$25,00) e começamos a caminhada.

Entrada da trilha

Na verdade, é uma caminhada bem tranquila. Não tem muitas subidas e descidas.

Além disso, durante o trajeto, nos deparamos com a beleza da natureza em muitas formas.

Foto: Maresias Tur

Vc pode até ir sozinho conhecer esse lugar, mas o que eu achei mais incrível de conhecê-lo na companhia do Fabrício e do Tiago da Maresias Tur, é que eles conhecem cada cantinho do lugar. A história das plantas, curiosidades.

Já conheci várias cachoeiras, mas essa teve um gostinho especial… além de ver o que os olhos viam, pude saber da história por trás de tudo aquilo. Maravilhoso!!!

Eles falaram sobre as características desta Figueira da Mata Atlântica e da diferença das outras. Imagina um passeio assim.

Quantas preciosidades existem no meio da mata e eu nem me daria conta disso!!!!

Outro fator importante, é a segurança! Como toda mataq, lé é úmido, então, quando chove, podem haver desabamentos. E já aconteceu. Fiquem atentos às placas de sinalização. Tem muitas pelo caminho!

Segundo o Tiago contou, aqui pra dentro havia um “acampamento” de hippies no meio da mata. Não haviam tendas nem uma estrutura. Simplesmente o povo se reunia. Durante um tempo depois, as pessoas entravam aí mas já não havia nada e a mata já havia tomado conta. Então, muitos se perdiam. Por isso, foi colocada essa placa para avisar aos curiosos!

No fim desta trilha, vc chega à Cachoeira Pedra Lisa.

5. Cachoeira Pedra Lisa

Como toda cachoeira, ela me atraiu para um banho como o canto de uma sereia…hahahahaha

Confesso que meus órgãos já não respondiam depois de um tempo, mas a alma saiu purificada.

Lugar pra sentar e contemplar!

6. Hidromassagem na trilha da Cachoeira Pedra Lisa

Antes da cachoeira, vc chega à hidromassagem que nada mais é que várias quedinhas de água, aonde vc senta e aproveita a massagem natural.

Ali, se forma uma piscina ótima para se banhar.

7. Beco da Mulher Maravilha

Foi criado numa união entre as pousadas e hotéis de Maresia para a exposição e compartilhamento da arte dos grafiteiros.

Essa rua foi escolhida, pq é bem movimentada já que liga a rua principal à sua paralela que é aonde estão os restaurantes mais procurados pelos turistas e até por quem mora por ali.

Eu amei! Tenho muita vontade de conhecer o Beco do Batman em São Paulo mas ainda não tive a oportunidade. E ver um lugar assim de perto, aonde as pessoas expõem seus sentimentos em forma de desenho é incrível!

8. Capela São Benedito e Sant´Anna

Bem no meio da rua principal, encontrei a Capela de São Benedito e Sant´Ana, construída em 1910 pelos próprios moradores.

Dá pra dar uma passadinha e se sentir abençoado. Achei uma graça. Uma paz no meio de tanto movimento. Vale a visita!

9. Praça do Surf

Bem em frente à capela, está a Praça do Surf.

Como alguns sabem, Maresias é muito conhecida pelo mar perfeito para a prática do surf e ficou mais conhecida ainda, pelo seu ilustre morador: Gabriel Medina, campeão de surf.

Então, nada mais justo do que ter a praça com esse nome, né meu povo. Inclusive no dia em que estávamos lá, estava rolando um campeonato de adolescentes. 

Inclusive, na rua principal, vc ainda vê o Instituto Gabriel Medina para novos surfistas.

10. Pegar uma prainha, é claro!

Não tem como ir à Maresias e não pegar uma prainha. Não demos muita sorte, pq o sol só apareceu no dia em que chegamos, mas conseguimos, mesmo assim, colocar o pé na areia e aproveitar pra contemplar o pôr do sol.

Valeu a pena, vcs não acham????

11. Mirante da Praia de Maresias

Não há um endereço certinho, mas vindo de Boiçucanga pela estrada, a única entrada à direita antes de chegar à Maresias, é uma ladeira. Entre e vc vai se deparar com esta vista!

E aí??? Partiu Maresias????

Informações úteis:

Para agendar seu passeio com a galera da Maresias Tur, pode ser pelo tel.: (12)99650-9051 ou Maresias Tur

Se quiser reservar uma hospedagem, clica no link do Booking.com ao lado e aproveite os melhores preços!!!!

Até a próxima!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor coloque seu nome aqui